About

segunda-feira, 21 de Maio de 2007

O Pasodoble

O Pasodoble é um estilo musical espanhol, surgido no séc. XVI. É uma marcha de compasso 2/4 ou 6/8 e tempo allegro moderato, popularizada como estilo de dança a partir da década de 20, com muitas semelhanças ao One-Step.


A marcha é um estilo musical que se enquadra nas composições definidas pelo movimento e pelo ritmo. Uma marcha regula o passo de um certo número de pessoas. O pasodoble está ligado às bandas de música que se exibem em festas populares, tendo um vínculo muito forte com a festa dos toiros.



A origem deste estilo parece residir na Tonadilla Cénica, um estilo musical tipicamente espanhol, que na primeira metade do do séc. XVIII era utilizado para concluir autos teatrais ou bailes encenados.
O pasodoble é uma das poucas formas de dança, de par, espanhola que se manteve até aos nossos dias, estando presente em muitas das festas e romarias populares que fazem parte da tradição de muitas regiões espanholas.
Algumas correntes de investigação defendem França como sendo o país originário desta forma musical. Aí terá tido a designação de Pás-redouble, sendo tocado por bandas de música durante desfiles militares desde 1780. Desse país ter-se-á desenvolvido e estendido a outros territórios como marcha de infantaria, regulando o passo dos soldados.

O pasodoble é uma forma de baile muito simples, com figuras livres, sendo muito fácil a sua aprendizagem. Aqui a mulher desempenha um papel importante. Ela é cortejada através de uma série de passos básicos executados pelo seu par.

Entre os mais conhecidos destacam-se: "Suspiros de España", "España cañí", "Pan y toros", "Soldadito español", "La parrala", "Francisco Alegre y olé", "La luna es una mujer", "El beso", "Islas Canarias", "Los nardos", "Paquito el Chocolatero" e "Plaza de las Ventas".
A sua ligação à Festa Brava é de tal maneira grandiosa, que hoje em dia é inconcebível um espectáculo taurino sem música, música esta Pasodoble. Basta ouvir os primeiros acordes de uma peça e surgem automaticamente na memória tardes de glória, corridas assistidas, cites efectuados, passes executados. Nas cortesias, após cada cravagem, a premiar os artistas durante a lide, na volta triunfal dos toureiros ou na saída destes no final do espectáculo, o Pasodoble é um interveniente obrigatório na Festa.

0 comentários (Dê a sua opinião):

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More