About

quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

João Moura na Graciosa

Ao que tudo indica o cavaleiro João Moura irá estar presente na Praça de Toiros da ilha Graciosa, integrando o cartel das Festas do Senhor Santo Cristo dos Milagres, em Agosto. A par desta contratação, estará ainda presente o novilheiro João Augusto Moura.
Actualização:
Antes da deslocação à ilha Branca, o cavaleiro de Monforte irá estar presente, no mês de Julho, na arena da Praça de Toiros "Ilha Terceira" onde fará parte do cartel da III Corrida do Emigrante. Estará igualmente presente João Augusto Moura, que se apresentará pela primeira vez à aficion açoriana.

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Piel de Toro - Capítulo 48: El Cid


Piel de Toro - Capítulo 48: El Cid


quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

Boas Festas - Quinta do Malhinha


Boas Festas - GFARG


Boas Festas - Terceira Taurina


terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Boas Festas - Os Bonecos do Bruno


Boas Festas - Museu do Vinho da Casa Agrícola Brum


domingo, 21 de dezembro de 2008

Boas Festas - TouroBravo.com

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Piel de Toro - Capítulo 47: Adelaida Rodríguez


quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Piel de Toro - Capítulo 46: La Suerte de Matar


domingo, 14 de dezembro de 2008

Piel Toro - Capítulo 45: El Viti en la Maestranza


sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Quinta do Malhinha na net

A "Quinta do Malhinha", casa que ostenta o ferro da dinastia Pamplona, já possui sítio na internet. Através desta nova página web é possível visitar e conhecer alguns dos momentos da quinta, não só na vertente do toureio a cavalo, mas também a coudelaria e escola de equitação. Mais uma página a visitar: Quinta do Malhinha

Piel de Toro - Capítulo 44: Ganadería Los Bayones

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

O Toiro - colóquio na Tertúlia Tauromáquica Terceirense

A Tertúlia Tauromáquica Terceirense leva a efeito no próximo Sábado, dia 13 de Dezembro, pelas 21h00, um colóquio com o tema “O Toiro: Contradições e Sentimentos de um destino”. Serão abordadas as vertentes relacionadas com o ciclo de vida do Toiro bravo, fazendo-se uma comparação com os bovinos mansos de produção agropecuária comum. Na mesa estarão três médico veterinários espanhóis, nomeadamente António López, António Boiso e José Luis Algora. Segundo a organização, "esta será uma noite de conhecimento onde a biologia e os aspectos sociais sobre a criação do Toiro de Lide e do Bovino comum serão o prato forte no qual pretendemos contar com a sua aficionada presença." A não perder na sede da T.T.T, Sábado pelas 21h00.

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Foto do Mês - Dezembro de 2008

Passe por alto - Praça de Toiros de S. João, Angra do Heroísmo, séc. XX

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Lisandra Parreira vence na Golegã

A equitação açoriana continua a marcar pontos importantes no contexto nacional. Desta feita, coube a Lisandra Parreira elevar bem alto o nome dos Açores, ao conquistar o primeiro lugar nos dois concursos de dressage especial (CDE) que tiveram como palco a Golegã, nos passados dias 12 e 13 de Novembro. A jovem cavaleira montou o prestigiado Zangado do Ilhéu, cavalo de quatro anos que, conforme demos conta em edições anteriores, sagrou-se vice-campeão nacional na Taça de Portugal, evento realizado entre 26 e 28 de Junho, em Ponte de Lima.Lisandra Parreira obteve a pontuação de 67.3% no primeiro dia e 67.02% no segundo, ficando somente a duas décimas da melhor pontuação geral que, sublinhe-se, valeria o almejado Prémio Vista Alegre. Para ilustrar a notável prestação do conjunto das ilhas de bruma, basta referir que o segundo colocado ficou a cinco pontos no primeiro dia e a seis no segundo.

CRITÉRIO
Por outro lado, o Zangado do Ilhéu esteve presente nos denominados Critérios de Cavalos Novos do Campeonato Nacional de Dressage, competição que decorreu no início de Outubro. Foi, também, o primeiro cavalo nado, criado e ensinado nos Açores a competir no Concurso de Modelo e Andamentos da reconhecida Feira da Golegã. Estiveram em acção 28 conjuntos. Lisandra Parreira e Zangado do Ilhéu integraram o grupo dos nove apurados para a segunda fase, obtendo, então, o oitavo posto, ou seja, falhando por muito pouco um lugar entre os sete finalistas. Acrescente-se, a propósito, que no referido concurso marcou igualmente presença outro cavalo terceirense, a exemplo do Zangado do Ilhéu, nado e criado pelo Centro Equestre “O Ilhéu”, de nome Aquiles, com três anos de idade, que foi campeão regional em São Miguel e, como tal, distinguido com a medalha de ouro.

FORMAÇÃO
Entretanto, Lisandra Parreira e Ana Teresa Pires estiveram no último fim-de-semana no Faial a efectuar exame de Sela 7, o que equivale à licença de Cavaleira Internacional. A acção, que reuniu sete atletas açorianos de Sela 7 e dois de Sela 4, contou com a participação do presidente do Conselho Técnico da Federação Equestre Portuguesa, Luís Machado. Por fim, decorre no próximo fim-de-semana, no Faial, uma formação/reciclagem para juízes de dressage, ministrada pelo Director Técnico Nacional, Carlos Lopes, e pela Juíza Nacional, Filomena Álbano. João Branco Pires e António Lopes (Terceira) juntam-se a cinco representantes do Faial, um da Graciosa (Duarte Rico), um de São Miguel (Marta Tomé) e um de Santa Maria.

Fonte: Diário Insular

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Piel de Toro - Capítulo 43: Ponce en Íscar


sábado, 22 de novembro de 2008

Piel De Toro: Capítulo 42 - El Cid, en Madrid


Piel De Toro - Capítulo 41: Capea con Victorinos, Madrid


Nova imagem e logotipo

Aqui está a anunciada nova imagem do Blogue Tauromáquico Rabo Torto. Em conjunto com este novo layout, surge o novo logotipo do Rabo Torto, da autoria do designer terceirense Bruno Rafael, inspirado na temática deste espaço e na extinta raça de canídeos que lhe deu o nome.

Bruno Bettencourt

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Piel de Toro - Capítulo 40: Montalvo


domingo, 9 de novembro de 2008

Piel de Toro - Capítulo 39: Escudero Cortos


Piel de Toro - Capítulo 38: Valdefresno

domingo, 2 de novembro de 2008

Piel de Toro-Capítulo 37: Hermoso de Mendoza (I)


Piel de Toro - Capítulo 36: El enfundado


sábado, 1 de novembro de 2008

Foto do Mês - Novembro de 2008

João do Ovos, passe de guarda-sol - Ilha Terceira, meados do séc. XX

sexta-feira, 31 de outubro de 2008

FORCADO DOS ANOS 50 - Manuel "Chicharro" com coragem e gadanho

Coragem e gadanho. É o que Manuel “Chicharro” ou Manuel de Sousa Júnior, antigo forcado terceirense, natural de Santa Luzia de Angra do Heroísmo, diz ser necessário para enfrentar um toiro. A “estrela” da extinta Praça de Toiros de São João, hoje com 82 anos de idade, pegou toiros em corridas abrilhantadas por cavaleiros profissionais, portugueses e espanhóis, como Alberto Luís Lopes, Clemente Espadanal, Pedro Louceiro, Alexandre e Francisco Mascarenhas, Lolita Minosque e Elisa Barroso.

A primeira pega de toiros de Manuel “Chicharro” remonta a 1943, então com 17 anos de idade. Porém, o gosto e interesse pela “festa brava” começaram no princípio da adolescência motivados pelo próprio pai também forcado. Juntou-se ao grupo de forcados de Elvino Serrano e, mais tarde, forma o seu próprio grupo com José Espadinha. Fica sozinho dois anos depois até 1958, altura em que Amadeu e Joaquim Simões, irmãos forcados popularmente conhecidos por “Nica na Velha”, passam a seus ajudantes.
“Fui com o meu pai à Praça de Toiros. Safei-me bem a primeira vez, graças a Deus, e gostei muito. Não tive medo. O medo existe mas na hora da reunião desaparece”, afirma Manuel “Chicharro”.
Muitos foram os cavaleiros profissionais, nacionais e estrangeiros, que passaram pela antiga Praça de Toiros de São João, localizada onde actualmente se encontra o Centro Cultural e de Congressos de Angra do Heroísmo, como Alberto Luís Lopes, o primeiro cavaleiro profissional que em 1947 se deslocou à ilha Terceira, Clemente Espadanal, Pedro Louceiro, José Baptista, Gustavo Zencal, Simão da Veiga, António Anão, Lolita Minosque, Elisa Barroso e Alexandre e Francisco Mascarenhas, não esquecendo os artistas locais como Virgínio Ávila, conhecido por Virgínio “Galocheiro” e José Albino Filho.
Manuel “Chicharro” recorda aqueles momentos com alegria e precisão, e, modéstia à parte, revela que teve convites para actuar no continente. “Os cavaleiros diziam-me que eu não fazia diferença nenhuma dos forcados do continente, ou seja, era bom como eles. O David Ribeiro Telles convidou-me para ir para fora trabalhar para as herdades dele. Tinha cá a minha vida e também os meus admiradores…nunca fui”, diz.
Para além dos cavaleiros, Manuel “Chicharro” refere os toiros afamados naquele tempo em que o grupo de seis forcados participava em sete corridas por ano com incidência nas festas Sanjoaninas. Destaque para “90”, “Gato”, “Carvoeiro”, “41” e “42”, dos ganadeiros José Albino, António Patrício e José Parreira. “O “90” era um toiro mau…No dia 1 de Julho de 1960 peguei o “Gato”…ele queria comer o “chicharro”, mas não teve sorte. No entanto, o toiro mais bravo que eu peguei na Praça de São João foi o “Calhitas”, de José Parreira, em 1951”, conta, acrescentando que foi colhido por um toiro, pela primeira vez, numa tourada à corda na freguesia da Ribeirinha. Sustos que, no geral, levaram o forcado ao hospital em 1958 e 1968 por ter partido, a cada uma das vezes, um joelho. “Mais terrível do que o acidente, na Praça de Toiros, foi a operação ao joelho direito, pelas dores que tive, e uma década depois ao joelho esquerdo”, recorda.
Devido ao estado frágil dos seus joelhos, a última pega de Manuel “Chicharro” realizou-se em 1969, na Praça de Toiros de São João, mudando-se no ano seguinte para o Canadá onde permaneceu 38 anos até ao passado mês de Setembro, aquando o seu regresso à ilha Terceira. Mas, apesar de a distância, o antigo forcado nunca se deixou afastar dos toiros. “Vinha cá todos os anos, pelas Sanjoaninas, e quando a comissão se deslocava lá para fazer divulgação das festas eu estava sempre com eles”, refere.

Outros tempos
Entre o seu tempo de forcado e os dias de hoje existem naturalmente muitas diferenças. Manuel “Chicharro” indica as “estradas alcatroadas” como o pior e a “categoria dos forcados da nossa terra” como o melhor. “Se no meu tempo apanhasse alguns desses rapazes do nosso grupo de forcados…com a coragem e o gadanho que eu tinha…teria sido uma maravilha”, refere o aficionado. E critica: “As touradas tinham mais beleza antes de as estradas estarem alcatroadas. A liberdade prejudicou muita coisa, como é o caso dos ‘capinhas’ que parecem, muitas vezes, não ter noção daquilo que estão a fazer. Falta arte”.
Quanto ao número de touradas à corda que se realizam por ano na Terceira, o antigo forcado considera “demasiadas por freguesia”.
A título de curiosidade, Manuel de Sousa Júnior explica que a alcunha “Chicharro” foi atribuída por parte da família da sua mãe.

Fonte: Reportagem de Sónia Bettencourt (A União)

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Segundo Aniversário

Dois anos após o início do Rabo Torto, é com agrado que assinalo o crescente número de visitantes e a presença de um já assinalável número de leitores frequentes. Só desta forma é possível dar continuidade a esta ideia que surgiu como reflexo de uma paixão. Apesar de nos últimos tempos não terem abundado os artigos de autoria própria, também aqui se continuará a conduzir e a agregar os aspectos que constituem o mundo fantástico da Festa Brava, da mesma forma que o faziam os Rabo Torto (cão de Fila da Terceira que deu nome a este espaço).

Este novo ano de existência irá trazer algumas novidades, nomeadamente uma nova imagem gráfica, tal como ocorreu há um ano atrás, assim como o lançamento de um logotipo que irá substituir a foto de um exemplar de Cão de Fila da Terceira que tem sido usada até agora.

Bruno Bettencourt

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Piel de Toro - Capítulo 35: El Maestro Joselito (II)


quarta-feira, 22 de outubro de 2008

CARLOS ÁVILA, HOMEM DOS TOIROS - "A tauromaquia nas Ilhas está num momento interessante!"

A temporada de 2008 apresentou contornos inéditos na relação de vários agentes com a Tauromaquia, por via de decisões completamente alheias à própria Festa.

Carlos João Ávila não perdeu aficion nem esperança quanto a maior verdade dos festejos nas Praças de Toiros dos Açores; não deixou de respirar o ar do campo onde o Bravo cresce e se enforma; não descurou o conhecimento e saber das coisas; não perdeu autoridade e senso na direcção de espectáculos tauromáquicos; não escondeu o orgulho pela acção do filho no seio do Grupo de Forcados da Tertúlia Tauromáquica Terceirense.

Não, não perdeu nada do que o classifica como um autêntico homem dos toiros, tanto na Região, como no espaço Ibérico, mas houve circunstâncias que se modificaram. Algo insólito e inqualificável suscitou espanto e desilusão no trajecto pessoal e na tauromaquia nos Açores.

Ao fim de 20 anos de dedicação e trabalho, Carlos Ávila viu desaparecer da RTP/ Açores o “Magazine Tauromáquico”. Assumia-se o programa como a “menina dos olhos” deste realizador de televisão.
Foi banido, pura e simplesmente, sem razões plausíveis.
Pretenderam os responsáveis do canal regional da RTP substituir pessoas, formas, conteúdos. Sangue novo - apregoava a chefia.
Não seria, no entanto, motivo de orgulho manter e conservar uma das bandeiras da produção insular, o “Magazine Tauromáquico” ?

Nos Açores, tinha espaço muito próprio.

No Continente, era considerado como uma das conquistas da Autonomia. “Magazine Tauromáquico” era até olhado com “inveja” já que, apenas em 2004, a Festa dos Toiros voltou com regularidade aos ecrãs da televisão nacional, com rubrica semanal no canal 2 da RTP.
O mais irónico é que, com pompa e circunstância, a cadeia de comando montou a “Gala de Outono”, espectáculo onde “Magazine Tauromáquico” foi estrela. Na festa dos 20 anos de permanência na grelha, teceram-lhe os mais rasgados elogios, distinguiram-se elementos ligados ao programa, proferiram-se testemunhos de apreço e incentivo, ouviram-se palavras insuspeitas de Gente Grada do panorama taurino nacional.
Houve até emoção quando, na sua intervenção, Carlos Ávila assegurou que o nome do querido Amigo Ricardo Jorge (falecido 6 meses antes) havia de figurar na ficha técnica do programa enquanto ele fosse responsável por “Magazine Tauromáquico”.
Afinal, a noite de 16 de Novembro de 2007 no Centro Cultural e de Congressos de Angra do Heroísmo, a noite da “Gala de Outono”, não passou dum “velório” por “Magazine Tauromáquico” pois, na Primavera deste ano de 2008, o programa não voltou.
Esta situação assinalou a temporada de 2008. Mesmo que ninguém o queira admitir, agora, em termos taurinos e tauromáquicos, há o antes e o depois do desaparecimento de “Magazine Tauromáquico”.
E, para que fique claro, que “sangue novo” na actual abordagem da Festa?


Carlos João conhece como ninguém os meandros, as envolventes e as condicionantes do mundo da Festa: a força heróica dos ganadeiros, os sonhos e pesadelos dos organizadores de espectáculos tauromáquicos, a fragilidade do triunfo dos toureiros, a (in)satisfação dos aficionados, a amizade, a solidariedade, o mal-estar, a intriga, entre os diversos agentes.

De tudo isto, um pouco pelo menos, nas respostas de Carlos Ávila.


Lembro-me dos tempos de estudante quando "inventavas" desculpas para não regressares a casa, à tarde, no transporte militar. Pedias que dissessem a teus pais que ficavas em casa da avó, por isto ou por aquilo. Afinal, o que desejavas era ficar mais perto do centro da actualidade taurina, em Angra do Heroísmo. Como é que alimentavas, nessa altura, a tua aficion ?
“Foram realmente tempos maravilhosos vividos com muita alegria e com muita aficion. No meu tempo de estudante como agora, havia em Angra do Heroísmo muita aficion à esta. Nos cafés e nas tertúlias glorificavam-se os feitos de toiros e toureiros que me deixavam completamente fascinado. A distancia da ilha refinava essas narrativas e a minha imaginação fazia o resto. Bons tempos.”

Sonhaste ser toureiro mas o teu caminho não era esse. Como foi passar ao lado desse sonho?
“Eu não fui toureiro mas sentia-me toureiro. Podia pôr a culpa nos toiros corridos ou na falta de apoios, mas não. Não aconteceu e pronto.”

Profundo conhecedor da actividade taurina e tauromáquica na Terceira, acabaste por criar espaço e lugar no panorama nacional. Por questões profissionais residiste em Lisboa. Como, com quem te relacionaste já que, no Continente, toda a gente dos toiros gosta da tua companhia e ouve as tuas opiniões e sugestões?
"No mundo dos toiros fiz muitos amigos, alguns já desaparecidos, outros, felizmente ainda vivos. Mas, sem esquecer ninguém, menciono os nomes de António Badajoz, Dr. Brito Paes, e os Srs. Calisto e Urgel Oliveira. Eles foram, e ainda são, as minhas referencias na busca e selecção da bravura.”

Foste "pai e mãe" do programa tauromáquico mais antigo e persistente da televisão portuguesa, o "Magazine Tauromáquico". Foram 20 anos de trabalho continuado e profícuo. Como te sentiste quando "Magazine Tauromáquico" desapareceu dos ecrãs da RTP/Açores embora os toiros não tenham saído da programação?
“Não gostei nada desse processo! Foram vinte anos a trabalhar para aquele programa de televisão, e de repente e sem aviso, acabaram com o programa. Assim com essa facilidade toda, sem uma única explicação, e sem que ninguém se queixasse. É como se o Magazine Tauromáquico nunca tivesse existido. Não gostei nada!”

Qual a tua visão do momento actual das tauromaquias nos Açores? O que falta, para além, claro, de maior verdade nas Corridas de Toiros ?
“A tauromaquia nas Ilhas dos Açores está num momento muito interessante. Assiste-se à sua implementação noutras Ilhas e as Feiras da Graciosa e S. Jorge são um bom exemplo.
Aqui na Ilha Terceira contudo, no que diz respeito ao toureiro a pé, está a marcar-se passo. A proibição da prática da sorte de varas fez muito mal à Festa e os resultados estão à vista. Apesar do esforço das Sanjoaninas e outras organizações, e a sua aposta em figuras de primeiro plano, fica sempre um amargo de boca. Se aquele toiro tivesse levado uma vara seria diferente? Para melhor? Para pior?… Estas e outras perguntas têm ficado sem resposta.”

Teu filho João Pedro é um forcado de mão cheia. Como pai orgulhas-te, vibras, ajudas e sofres. Como é colocar todos estes sentimentos para trás das costas quando estás na cadeira do poder da Direcção de qualquer corrida e o acidente ou o fracasso acontecem na arena?
“Em primeiro lugar não interpreto a direcção de uma corrida como estar sentado na cadeira do poder, mas sim na cadeira de uma enorme responsabilidade. Procuro estar na direcção de uma corrida, atento e responsável como sempre estive na vida.
Obrigado pelas palavras elogiosas em relação ao meu filho João Pedro Ávila como forcado, mas é do João Pedro como homem que mais me orgulho. Quando o acidente ou o fracasso acontecem, vejo-os como qualquer outro aficionado, só que custa muito mais.”

Para ti, quais serão os melhores caminhos, ou atalhos, para o futuro da Festa dos Toiros na Região?
“O futuro da Festa dos Toiros na Região passa pelo que acontece na Praça de Toiros Ilha Terceira. Por isso, impõe-se a sua rápida cobertura bem como a reposição da autorização para a prática da sorte de varas. Também via com bons olhos uma revisão da política de transportes marítimos entre a Região e o Continente, para que jaulas de cavalos e toiros pudessem viajar directamente para a Ilha Terceira, sem terem que parar primeiro noutros portos da Região, encurtando as suas viagens.”

Qual o melhor momento de toureio na Praça Ilha Terceira nesta temporada?
“Vi este ano boas faenas a El Cid, e a Juan Bautista, mas foi Daniel Luque o toureiro que mais me surpreendeu pela positiva.”

Como aficionado, qual o ídolo da tua aficion? E a ganadaria?
“Sem dúvida José Tomáz… Quanto às ganadarias espanholas sempre admirei Conde de la Corte, no continente os “Palhas” são uma referencia, e aqui na Região, os toiros da linha Jandilha que tão bem tem sabido levar a ganadaria de Rego Botelho.”

Fonte:
A União
Foto: D.R.

Piel de Toro - Capítulo 34: Maestro Joselito (I)

Piel de Toro - Capítulo33: Día con Josete


Troféus Tauromaquia 2008

Um grupo de Críticos Taurinos dos principais Órgãos de Comunicação Social Especializada de âmbito nacional, reuniu-se para atribuir os Troféus Tauromaquia 2008.
Estiveram presentes nesta votação os Jornais Olé e Farpas, a Revista Ruedo Ibérico, e os Sites Toiros & Cavalos, Tourobravo.com e Toureio.com, e ainda o programa Três Tercios da Rádio Portalegre, como convidado de âmbito regional.

Foram votados três nomes por cada categoria, e cada um deles atribuia-se 5, 3 e 1 pontos.

Assim, os triunfadores da temporada 2008, foram:


CAVALEIRO DE ALTERNATIVA

JOÃO MOURA - 30
Luís Rouxinol - 13
António Ribeiro Telles - 12


CAVALEIRO PRATICANTE

FRANCISCO PALHA - 26
Tiago Carreiras - 17
Isabel Ramos - 14


MATADOR

LUIS PROCUNA - 25
Pedrito de Portugal - 11
António João Ferreira - 9


NOVILHEIRO

JOÃO AUGUSTO MOURA - 33
Nuno Casquinha - 22
Manuel D. Gomes - 14


BANDARILHEIRO

JOÃO PRATES "Belmonte" - 22
David Antunes - 20
Pedro Gonçalves - 18


GRUPO DE FORCADOS

GFA de MONTEMOR - 29
GFA de Vila Franca de Xira - 21
GFA de Coruche - 7


FORCADO

MARCIO FRANCISCO - 17
Diogo Sepúlveda - 13
Francisco Mira - 11


EMPRESA

APLAUDIR - 29
TerraBrava - 13
Toirolindo - 8


GANADARIA

PASSANHA - 38
Manuel Veiga - 8
Pinto Barreiros - 7

MELHOR CAVALO

BELMONTE - 20
Merlin - 18
Mustang - 9

terça-feira, 21 de outubro de 2008

Piel de Toro - Capítulo 32: Día con bandarilleros


Piel de Toro - Capítulo 31: Los trastos de tourear


sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Piel de Toro - Capítulo 30: Capea, Ganadero

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Piel de toro - Capítulo 29, Corrida Concurso (I)


Piel de Toro - Capítulo 28 - Joselillo, la química en el toreo


terça-feira, 7 de outubro de 2008

Piel de Toro, Capítulo 27 - Joselito, ganadero


quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Corrida de Gala à Antiga Portuguesa na RTP1

A RTP1 transmite hoje, dia 2 de Outubro, a partir das 21h20 (hora dos Açores) a última corrida do Abono de 2008 da Praça de Toiros do Campo Pequeno. Intitulada de "Corrida dos Triunfadores", será uma Corrida de Gala à Antiga Portuguesa. Estarão em praça os Cavaleiros António Ribeiro Telles, Rui Salvador, Luís Rouxinol, António Maria Brito Paes, Marcos Bastinhas e o praticante Francisco Palha. O curro será composto por toiros das ganadarias de Herdeiros de Conde de Cabral, Rio Frio, Ortigão Costa, Passanha, Luís Rocha e Pégoras. As pegas ficarão a cargo dos Forcados Amadores de Lisboa e Vila Franca de Xira capitaneados respectivamente por José Luís Gomes e Vasco Dotti.

E porque se trata de uma Corrida de Gala à Antiga Portuguesa, as cortesias serão antecedidas do cortejo histórico evocativo das touradas reais do século XVIII, com a intervenção neto, dos pajens do neto, dos pajens dos cavaleiros, charameleiros, timbalerio, porta-estandartes, coches com a respectiva tripulação (cocheiros, sotas e moços de tábua) e a mula das farpas, conduzida pelos moços de forcado, estando a praça devidamente engalanada.

Cavalia em Portugal

Estreia hoje pelas 21.00 no Passeio Marítimo de Algés, em Oeiras o grandioso espectáculo equestre "Cavalia", quase 2 anos depois de terem sido aqui publicados 2 artigos referentes a este espéctaculo e à sua estrela, o garanhão Lusitano "Templado".
Recorde-se que "Cavalia" é um espectáculo teatral franco-canadiano onde se pode encontrar a simbiose perfeita entre homem e cavalo. Neste espectáculo pode assistir-se a um total de 36 cavalos, na sua maior parte completamente livres de arreios, actuando com os seus companheiros humanos, como se de um jogo se tratasse.

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Foto do Mês - Outubro de 2008

Passe de samarra - Tourada à Corda, meados do séc. XX, Ilha Terceira

terça-feira, 30 de setembro de 2008

Touradas à Corda em Outubro

01 de Outubro
- Figueiras do Paim
Casa Agrícola José Albino Fernandes

02 de Outubro
- Figueiras do Paim
Casa Agrícola José Albino Fernandes

04 de Outubro
- Rua da Praça (São Sebastião)
Casa Agrícola José Albino Fernandes

- Parque da Praça de Toiros “Ilha Terceira”
Francisco Sousa
Manuel João Rocha

- Canada do Caldeiro (Biscoitos)
Herdeiros de Ezequiel Rodrigues

- Rua Gervásio Lima (Santa Cruz)
Herdeiros de Ezequiel Rodrigues

05 de Outubro
- Pesqueiro (São Bartolomeu)
Herdeiros de Ezequiel Rodrigues

- Serra da Ribeirinha
João Cardoso Gaspar
Manuel João Rocha

- Caminho de Cima (Ribeira Seca)
Humberto Filipe

- Asa Branca (Casa da Ribeira)
Casa Agrícola José Albino Fernandes

06 de Outubro
- Rua da Igreja (Lajes)
Rego Botelho

07 de Outubro
- Rua da Igreja (Lajes)
Casa Agrícola José Albino Fernandes

08 de Outubro
- Rua da Igreja (Lajes)
Herdeiros de Ezequiel Rodrigues

09 de Outubro
- Rua da Igreja (Lajes)
João Cardoso Gaspar (bezerrada)

10 de Outubro
- Rua da Igreja (Lajes)
João Cardoso Gaspar (bezerrada)

11 de Outubro
- Fonte (São Sebastião)
Casa Agrícola José Albino Fernandes
Humberto Filipe
Herdeiros de Ezequiel Rodrigues

- Cova da Serreta
Daniel Nogueira

- Largo de Fátima (Ribeirinha)
Casa Agrícola José Albino Fernandes
Carlos Oliveira

- São João de Deus
Eliseu Gomes

- Fonte do Bastardo
Eliseu Gomes

- Rua da Igreja (Lajes)
Humberto Filipe

- Canada da Boa Vista (Quatro Ribeiras)
Casa Agrícola José Albino Fernandes

12 de Outubro
- Fonte (São Sebastião)
Eliseu Gomes

- Canada do Capitão-Mor (São Mateus)
Casa Agrícola José Albino Fernandes

- Rua Dr. Sousa Jr. (Porto Martins)
Manuel João Rocha

- Rua do Coxo (Fontinhas)
Herdeiros de Ezequiel Rodrigues

15 de Outubro
- Caminho da Esperança (Porto Judeu)
Humberto Filipe

- Ladeira de Santa Rita
Herdeiros de Ezequiel Rodrigues

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Prova de João Pamplona - Crónica

Foi com muito vento e frio e ainda ameaça de chuva, que este Domingo se realizou na localidade alentejana de Sousel, um festival taurino, por ocasião da Feira de São Miguel, um espectáculo que contou com forte adesão de publico.

Joaquim Bastinhas, Francisco Cortes, Marcos Tenório, Tiago Carreiras e o amador João Pamplona, que prestou prova de praticante, bem como os forcados Amadores de Alter-do-Chão e Académicos de Elvas, bem como novilhos touros de várias ganadarias.

Abriu a tarde Joaquim Bastinhas, que não teve sorte com o oponente que teve pela frente, pois este tinha falta de força, perdendo as mãos várias vezes, o que fez com que a lide não tivesse o brilho que o cavaleiro de Elvas desejaria.

Seguiu-se Francisco Cortes, que realizou uma lide muito alegre. Esteve bem nos compridos, assim como nos curtos, onde cravou a quiebro, destacando-se ainda na boa brega realizada pelo cavaleiro de Estremoz, uma cavaleiro sempre a ter em conta, pena ter poucas oportunidades.

Marcos Tenório, teve uns furos abaixo das últimas lides que lhe assistimos. Realizou uma lide discreta, destacando-se na parte final da lide onde cravou dois ferros em sortes mais cingidas.

Tiago Carreiras, toureava praticamente em casa e tinha o público consigo. Realizou uma boa lide, cravou a ferragem em sortes bem desenhadas e superiormente rematadas. Uma lide onde se suaram fortes ovação.

Incluía-se no cartel o cavaleiro amador João Pamplona, que prestou prova de praticante e passou com distinção. Mostrou desembaraço, perante um novilho de meias investidas. Viram-se bons pormenores deste jovem cavaleiro que pode vir dar que falar.

Quanto às pegas a tarde também foi fácil. Pelos Amadores de Alter, pegaram Diogo Bilé, à quarta e João Galinha, á primeira. Pelos Académicos, foram caras João Jorge, á primeira e Roberto Ameixa, à primeira. Quanto ao novilho lidado por Tiago Carreiras, foi pegado num misto dos dois grupos, indo para a cara José Reis, dos Amadores de Alter, consumando à primeira.

O espectáculo foi dirigido pelo Sr. Ricardo Pereira, assessorado pelo Dr. Mota Ferreira.

Crónica e Foto: Hugo Calado (www.toureio.com)

domingo, 28 de setembro de 2008

João Pamploma, Cavaleiro Praticante

O benjamim da família Pamplona, João, tornar-se-á esta tarde em Sousel o mais recente Cavaleiro Praticante dos Açores. O cavaleiro da Quinta do Malhinha prestará provas no Festival Taurino realizado por ocasião das Festas de S. Miguel do referido concelho.

A seu lado estarão Joaquim Bastinhas, Francisco Cortes, Marcos Tenório e Tiago Carreiras. Serão lidados toiros das ganadarias de João Branco Núncio, Jaime Herculano e Luis Sousa Cabral. As pegas ficarão a cargo dos grupos de Forcados Amadores de Alter do Chão e Académicos de Elvas.

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Piel de Toro - Capítulo 26, Palomo Linares, pintor.


Piel de Toro - Capítulo 25 - Ortega Cano Beneficencia


terça-feira, 9 de setembro de 2008

35 Anos de Bravura

domingo, 7 de setembro de 2008

Adiada a Corrida do 35º Aniversário do GFATTT

A Corrida do 35º Aniversário do Grupo de Forcados Amadores da Tertúlia Tauromáqica Terceirense, agendada para hoje dia 7 de Setembro, foi adiada para as 21h00 de amanhã segunda-feira, 8 de Setembro, devido às condições atmosféricas instáveis que se faziam sentir em Angra do Heroísmo.
Recorde-se que em praça estarão os cavaleiros José Manuel Duarte, Tiago Pamplona, o praticante Rui Lopes e o amador João Pamplona que lidará um novilho de Ezequiel Rodrigies, no final.
A concurso 6 exemplares das ganadarias de Branco Núncio, Fernandes de Castro, Murteira Grave, Rego Botelho, Casa Agrícola José Albino Fernandes e Vila Galé. As pegas estarão a cargo do Grupo capitaneado por Adalberto Belerique.

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Transmissão de touradas na televisão

A Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) deliberou ontem que as estações generalistas podem emitir touradas antes das 22.30, pois, no entender desta entidade, as corridas de touros não constituem uma influência negativa na formação das crianças ou adolescentes. Esta deliberação da ERC deve-se a uma queixa de um espectador, indignado pelo facto de a TVI ter emitido uma tourada antes das 22.30, no dia 5 de Junho deste ano, programa intitulado Trinta Anos de Alternativa de João Moura.

Recorde-se que, há três meses, o Tribunal de Lisboa proibiu a RTP1 de transmitir uma tourada antes das 22.30, depois de uma providência cautelar interposta pela Associação Animal, por considerar que se tratava de um programa violento.
A Entidade Reguladora justifica a sua decisão por considerar "que as corridas de toiros à portuguesa não constituem, no sentido do artigo 27.º, n.º 2, da Lei da Televisão, programas susceptíveis de influírem de modo negativo na formação da personalidade das crianças ou de adolescentes, não se lhes aplicando, por conseguinte, a imposição de transmissão entre as 22 horas e 30 minutos e as 6 horas, acompanhada da difusão permanente de identificativo visual".
Em declarações ao DN, Azeredo Lopes, presidente da Entidade Reguladora, justificou a decisão da ERC com base na legislação em vigor, que "permite que crianças com mais de seis anos possam assistir ao espectáculo", além de admitir, em certos casos, os touros de morte. Quanto à decisão do Tribunal de Lisboa, Azeredo Lopes justifica que não tem jurisprudência, pois foi "uma decisão para um caso concreto".
Assim sendo, na opinião do regulador, não foram violados os limites que a lei estabelece em relação à liberdade de programação e, por isso, não se justifica restringir essa mesma liberdade. Esta ideia é explícita na deliberação do conselho regulador da ERC, que não reconhece "a existência, no conteúdo do programa em causa, de qualquer elemento susceptível de extravasar os limites à liberdade de programação".
Aliás, neste mesmo documento - que estará disponível no site da ERC nos próximos dias (www.erc.pt) -, a entidade afirma que "as crianças e os jovens são diariamente expostos a influências, desprovidas de arrimo na tradição ou sequer valor cultural, que, de muito longe, são mais violentas e prejudiciais do que as touradas - e nem nesses casos, necessariamente, cede a liberdade de programação".


Fonte: Diário de Noticias

terça-feira, 2 de setembro de 2008

Touradas à Corda - Setembro de 2008

01 de Setembro
- Vila Nova
Humberto Filipe

02 de Setembro
- Raminho
Humberto Filipe (vacada)

- S. João de Deus
Humberto Filipe

- Canada do Saco (Cabo da Praia)
Humberto Filipe (Vacada)

- Terreiro Santo (Vila Nova)
Herdeiros de Ezequiel Rodrigues

03 de Setembro
- Raminho
Humberto Filipe

- Santa Bárbara
Casa Agrícola José Albino Fernandes

- Rua das Pedras (Cabo da Praia)
Humberto Filipe

- Vila Nova
Casa Agrícola José Albino Fernandes

04 de Setembro
- Rua do Açouge (Santa Bárbara) (16h00)
Casa Agrícola José Albino Fernandes (Bezerrada)

- Raminho
Humberto Filipe

- Rua das Pedras (Cabo da Praia)
Humberto Filipe

05 de Setembro
- Zona de Lazer de Santa Bárbara
Casa Agrícola José Albino Fernandes (Bezerrada)

06 de Setembro
- Santa Bárbara
Casa Agrícola José Albino Fernandes

- Bravio (São Mateus)
Eliseu Gomes

- Ladeira da Quinta (Porto Judeu)
Daniel Nogueira
Carlos Alberto Oliveira

- Rua das Pedras (Cabo da Praia)
Manuel João Rocha

07 de Setembro
- Bravio (São Mateus)
Eliseu Gomes

- Cinco Ribeiras
Daniel Nogueira

- Caminho dos Galinheiros (Vila Nova)
Herdeiros de Ezequiel Rodrigues

- Cabo da Praia
David Ribeiro Telles
João Marques

08 de Setembro
- São Bartolomeu
Herdeiros de Ezequiel Rodrigues (Vacada)

09 de Setembro
- Achada (Altares)
Herdeiros de Ezequiel Rodrigues (Vacada)

- Santa Luzia (Santa Cruz)
Humberto Filipe

10 de Setembro
- Achada (Altares)
Herdeiros de Ezequiel Rodrigues

- Santa Luzia (Santa Cruz)
Humberto Filipe

11 de Setembro
- Achada (Altares)
Herdeiros de Ezequiel Rodrigues

- Santa Luzia (Santa Cruz)
Humberto Filipe

12 de Setembro
- Ribeira Seca
Humberto Filipe

13 de Setembro
- Ribeira Seca
Humberto Filipe

- Terreiro de São Bartolomeu
Herdeiros de Ezequiel Rodrigues

- Desterro (Conceição)
Casa Agrícola José Albino Fernandes

- Rua Picão (Lajes)
João Cardoso Gaspar

- Cruzeiro (Agualva)
Francisco Gabriel Ourique

14 de Setembro
- Vinha Brava (Conceição)
Rego Botelho

Estrada 25 de Abril
- Santa Cruz
Humberto Filipe

15 de Setembro
- Lapinha (Conceição)
Rego Botelho

- Penha de França (São Pedro)
Humberto Filipe

- Praça da Serreta (16h00)
Herdeiros de Ezequiel Rodrigues

17 de Setembro
- Serreta
Herdeiros de Ezequiel Rodrigues

18 de Setembro
- Praça da Serreta (16h00)
Herdeiros de Ezequiel Rodrigues (Bezerrada)

20 de Setembro
- Serretinha (Feteira)
Rego Botelho
Casa Agrícola José Albino Fernandes

- Terreiro de S. Mateus
Casa Agrícola José Albino Fernandes

- Arrebalde de São Sebastião
Casa Agrícola José Albino Fernandes

- Amoreiras (Santa Cruz)
Humberto Filipe

21 de Setembro
- Refugo (Porto Judeu)
Herdeiros de Ezequiel Rodrigues

- Rua do Ramo Grande (Lajes)
Humberto Filipe

22 de Setembro
- Biscoitos
Rego Botelho
Casa Agrícola José Albino Fernandes
Herdeiros de Ezequiel Rodrigues
Humberto Filipe

23 de Setembro
- Pesqueiro (São Bartolomeu)
Humberto Filipe

- Porto Martins
(Vacada)
Casa Agrícola José Albino Fernandes
Herdeiros de Ezequiel Rodrigues

- Praça de Santo António (Biscoitos) (16h00)
Herdeiros de Ezequiel Rodrigues (Vacada)

24 de Setembro
- Biscoitos
Casa Agrícola José Albino Fernandes
Humberto Filipe

- Porto Martins
Herdeiros de Ezequiel Rodrigues

25 de Setembro
- Biscoitos
Herdeiros de Ezequiel Rodrigues

- Porto Martins
Casa Agrícola José Albino Fernandes

26 de Setembro
- Canada das Mercês (Feteira)
Humberto Filipe (Vacada)

27 de Setembro
- Canada das Mercês (Feteira)
Humberto Filipe

- Rua dos Boiões (Biscoitos)
Herdeiros de Ezequiel Rodrigues

- Canada da Serra (Porto Martins)
Herdeiros de Ezequiel Rodrigues

28 de Setembro
- Canada das Mercês (Feteira)
Casa Agrícola José Albino Fernandes

- Caminho Prof. Dr. Sousa Jr. (Porto Martins)
Humberto Filipe

- Porto dos Biscoitos
João Cardoso Gaspar

- Serra Santiago (Lajes)
Herdeiros de Ezequiel Rodrigues

29 de Setembro
- São Carlos
Rego Botelho
Casa Agrícola José Albino Fernandes
Humberto Filipe
Francisco Sousa

30 de Setembro
- Figueiras do Paim (Santa Cruz)
Casa Agrícola José Albino Fernandes (Vacada)

Nota: A partir do dia 16 de Setembro, as touradas têm início às 17h30.

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

O portal "Touro Bravo" está de regresso!

Este primeiro dia do mês de Setembro marca o regresso on-line do "Touro Bravo", um dos mais antigos portais taurinos portugueses, após 3 meses de interrupção. O orgão de informação fundado em 2002 surge com uma nova imagem gráfica e novo Director, António Carneiro que sucede a Hugo Fialho. No primeiro Editorial desta nova etapa do "Touro Bravo", o Director renova as intenções que serviram de base à sua criação: "Entendo que os objectivos principais deste "site", devem ser entendidos como servir de ponte entre a Festa Brava e todos os aficionados, servir de veículo privilegiado de informação, proporcionar um espaço para a manifestação de opiniões e reflexão sobre diversos assuntos tauromáquicos, contribuir para a divulgação das corridas de toiros, e tudo aquilo que as envolve. [...] Outros antes de nós pisaram o mesmo trilho e no cumprimento da nossa missão, que aproveito para felicitar pelo excelente trabalho, assumiremos com responsabilidade a sua continuação, o que torna imperioso que todos transmitam, no dia-a-dia e, em todas as acções, por mais insignificantes que elas sejam, a imagem de profissionalismo, competência e eficácia, que sempre foi timbre dos colaboradores deste "site". Temos a obrigação de manter e superar os altos níveis de proficiência alcançados pelos que nos antecederam.Estes objectivos só serão alcançados se todos nós, sem excepção, nos obrigarmos a uma autocrítica constante, positiva e responsável, na procura permanente da forma de fazer e cumprir melhor."

É com muito agrado que aqui se regista o regresso deste orgão de informação taurino.

Bruno Bettencourt

Foto do Mês - Setembro de 2008

Ferro Comprido - Cavaleiro Amador José Albino Fernandes. Praça de Toiros de São João, Angra do Heroísmo, meados do séc. XX

quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Concurso de Ganadarias da Tertúlia Tauromáquica Terceirense

No âmbito da comemoração do 35º Aniversário do Grupo de Forcados Amadores da Tertúlia Tauromáquica Terceirense, realiza-se no dia 7 de Setembro, pelas 21h00, uma Corrida Concurso de Ganadarias na Praça de Toiros "Ilha Terceira".


Em praça estarão os cavaleiros José Manuel Duarte, Tiago Pamplona, o praticante Rui Lopes e o amador João Pamplona que lidará um novilho no final.

A concurso 6 exemplares das ganadarias de Branco Núncio, Fernandes de Castro, Murteira Grave, Rego Botelho, Casa Agrícola José Albino Fernandes e Vila Galé.

As pegas estarão a cargo do Grupo capitaneado por Adalberto Belerique.

terça-feira, 19 de agosto de 2008

Cartoon: Festas da Agualva

sexta-feira, 15 de agosto de 2008

III Ciclo de Tentas Comentadas

A Tertúlia Tauromáquica Terceirense em conjunto com as Junatas de Freguesia das Doze Ribeiras, Santa Bárbara e Terra-Chã, organiza mais um Ciclo de Tentas Comentadas. Importante veículo de aprendizagem e compreensão dos aspectos de selecção do gado bravo, este evento vem de encontro com as iniciativas levadas a cabo pela referida entidade taurina, que visam a formação dos aficionados.
Serão avaliadas vacas provenientes das Ganadarias terceirenses de Irmãos Toste e Casa Agrícola José Albino Fernandes. Nas lides estarão os Novilheiros colombianos Jerónimo Giraldo
e Juan Duque.

Este III Ciclo de Tentas Comentadas ocorrerá nos dias 15, 16 e 17 de Agosto, respectivamente nos tentaderos das Doze Ribeiras, Santa Bárbara e Terra-Chã, com início marcado para as 18h30.

segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Forcados da Tertúlia T. Terceirense no Campo Pequeno

Imagens das pegas realizadas pelo Grupo de Forcados da Tertúlia Tauromáquica Terceirense no Campo Pequeno. Na cara estiveram João Pedro Ávila, Marco Sousa e José Vicente.

sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Movimento em Defesa da Tauromaquia

Esta semana foi criado o "Movimento Pró-Touradas", tendo sido lançado um site que disponibiliza um fórum de discussão para todos os aficionados. No comunicado do movimento pode ler-se: "Após os vários ataques que a Festa Brava Portuguesa tem sofrido, decidimos criar um movimento em prol e defesa da Tauromaquia Portuguesa, neste Movimento queremos juntar TODOS os intervenientes da Festa, desde os empresários aos apoderados, dos cavaleiros aos forcados, dos matadores aos bandarilheiros e todos aqueles que contribuem para o bom desenrolar e funcionamento da festa dos Toiros, neste site (http://movimentoprotourada.jimdo.com/) daremos a conhecer artigos relacionados com a temática, opiniões de todos os intervenientes e sectores da Festa Brava Portuguesa, também se pertende divulgar o que está mal e o que errado se passa na nossa querida festa; se nos juntarmos faremos com que a arte secular, que é a festa de toiros, não seja maltratada e afectada por pessoas indiferentes aos bons costumes e tradições deste nosso Portugal, contamos com o apoio e opinião de todos. Para quem se quiser fazer ouvir e participar neste movimento é favor entrar em contacto convosco através do email: movimentoprotourada@gmail.com"

quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Em directo na TVI...

... a partir das 21h15 (hora dos Açores), será possível assitir-se à Corrida do Emigrante e de Homenagem a António Ribeiro Telles na Praça do Campo Pequeno. Recorde-se que a corrida conta com a presença do Grupo de Forcados Amadores da Tertúlia Tauromáquica Terceirense como aliciante. Do cartel constarão, além do cavaleiro da Torrinha, Rui Salvador e António Maria Brito Paes, que confirmará a Alternativa. A repartir as pegas, com o grupo terceirense, estarão os Amadores de Vila Franca de Xira. O curro será da ganadaria de Herdeiros de Cunhal Patrício.

terça-feira, 5 de agosto de 2008

Corrida em Gustine


segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Esta noite...

sábado, 2 de agosto de 2008

Piel de Toro, Capítulo 24 - Los sastres toreros


Touradas à Corda para o mês de Agosto

01 de Agosto
- Fonte de São Sebastião
Rego Botelho

02 de Agosto
- Fonte de São Sebastião
Casa Agrícola José Albino Fernandes

- Guarita (Conceição)
Humberto Filipe

- Caminho de Além (Terra-Chã)
João Quinteiro

- Areeiro (Fontinhas)
Ezequiel Rodrigues

03 de Agosto
- Fonte de São Sebastião
Eliseu Gomes

04 de Agosto
- Terreiro da Chã
Humberto Filipe

- Juncal
Casa Agrícola José Albino Fernandes (Bezerrada)
Humberto Filipe (Bezerrada)

05 de Agosto
- Arco (S. Bento)
Manuel João Rocha

- Quatro Ribeiras
Humberto Filipe (Vacada)

- Juncal (18h00)
Casa Agrícola José Albino Fernandes

06 de Agosto
- Doze Ribeiras
Humberto Filipe
Francisco Ourique

- Biscoitinhos (São Mateus)
Casa Agrícola José Albino Fernandes

- Juncal
Humberto Filipe

- Quatro Ribeiras (18h00)
Humberto Filipe

07 de Agosto
- Quatro Ribeiras
Casa Agrícola José Albino Fernandes

09 de Agosto
- Cambalim (São Bento)
Nelson Toste

- Caminho do Cemitério (Praia da Vitória) (18h00)
Casa Agrícola José Albino Fernandes

10 de Agosto
- Fonte Faneca (Terra-Chã)
Daniel Nogueira

- Areal da Praia da Vitória (18h00)
Eliseu Gomes

11 de Agosto
- Rua Gervásio Lima (Praia da Vitória) (13h00)
Casa Agrícola José Albino Fernandes (Espera de Gado)

12 de Agosto
- Porto de São Mateus
Casa Agrícola José Albino Fernandes

15 de Agosto
- Lameirinho (Conceição)
Eliseu Gomes

- Serra de Santiago (Lajes)
Ezequiel Rodrigues

16 de Agosto
- Canada de Santo António (Posto Santo)
Casa Agrícola José Albino Fernandes

- Fajã do Ficher (Feteira)
Casa Agrícola José Albino Fernandes

- Rua da Igreja (Agualva)
Humberto Filipe (21h00)

- Estrada 25 de Abril
João Quinteiro

17 de Agosto
- Canada Nova (Santa Luzia)
Casa Agrícola José Albino Fernandes

- Canada da Ajuda (Santa Bárbara)
Ezequiel Rodrigues

- Canada das Mercês
Casa Agrícola José Albino Fernandes (Bezerrada)

- Cruzeiro (Agualva)
Casa Agrícola José Albino Fernandes

18 de Agosto
- Canada das Roças (Posto Santo)
Francisco Ourique (Bezerrada)

- Cruzeiro (Agualva)
Rego Botelho

19 de Agosto
- Terreiro (Posto Santo)
Humberto Filipe

- Rua da Igreja (Agualva)
Rego Botelho
Casa Agrícola José Albino Fernandes
Humberto Filipe
Francisco Ourique

20 de Agosto
- Feteira
Casa Agrícola José Albino Fernandes

21 de Agosto
- Feteira
Casa Agrícola José Albino Fernandes

23 de Agosto
- Caminho da Vila
Ezequiel Rodrigues

- Covões (Posto Santo)
Francisco Ourique

- Rua Padre Lino V. Fagundes (Lajes)
João Quinteiro

- Rua do Regelo (Fonte do Bastardo)
Ezequiel Rodrigues

24 de Agosto
- Caminho do Cemitério (Praia da Vitória)
João Quinteiro

25 de Agosto
- S. Brás
Humberto Filipe (Vacada)

26 de Agosto
- Às Pias (S. Brás)
Humberto Filipe

27 de Agosto
- Ladeira Grande
Rego Botelho

- Às Pias (S. Brás)
Casa Agrícola José Albino Fernandes
Humberto Filipe

30 de Agosto
- Ladeira Grande
Rego Botelho

- Refugo (Porto Judeu)
Humberto Filipe

- Guerrilhas (Terra-Chã)
Daniel Nogueira
João Fernando Sousa
Nelson Toste

- À Igreja (S. Brás)
Casa Agrícola José Albino Fernandes

31 de Agosto
- Rua Padre Lourenço Ávila (Lajes)
Eliseu Gomes

- Rua do Biscoito (Fonte do Bastardo)
Eliseu Gomes

Nota: As Touradas têm início às 18h00, a partir do dia 16 de Agosto

Piel de Toro, Capítulo 23 - Los viejos Mayorales

sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Tertúlia Terceirense homenageia Mário Miguel

A Tertúlia Tauromáquica Terceirense irá prestar homenagem a Mário Miguel, o primeiro Matador de Touros açoriano. O evento decorrerrá no próximo dia 2 de Agosto, pelas 20h00, no Auditório do Ramo Grande, Praia da Vitória.
Mário Miguel Simão Fernandes Silva nasceu a 15 de Outubro de 1978 em Angra do Heroísmo. De entre as suas passagens pelas praças nacionais e estrangeiras, destaca-se o dia 4 de Junho de 1998 no Campo Pequeno em Lisboa. Nesse dia lidou a solo 6 toiros da Ganadaria Palha, os 3 primeiros ainda como Cavaleiro Praticante e os restantes 3 últimos como aspirante a Novilheiro.
A 27 de Maio de 1999 tomou, das mãos de Luís Miguel da Veiga, a Alternativa como Cavaleiro, na Praça de Toiros do Campo Pequeno.
No dia 27 de Agosto de 2006, na Praça de Toiros de Cuellar, o toureiro açoriano tirou Alternativa como Matador de Toiros, tendo sido apadrinhado por Alfonso Romero. Lidou o toiro Fantasmita, nº 80 da Ganadaria de Herdeiros de Francisco Frias Biqueras. Desta feita, tornou-se o primeiro em Portugal a ter Alternativa como Cavaleiro e Matador de Toiros.

Bruno Bettencourt
Fotos: D.R.

Foto do Mês - Agosto de 2008

Bancada da Praça de Toiros de São João, Angra do Heroísmo, primeira metade do séc. XX

quarta-feira, 30 de julho de 2008

Piel de Toro, Capítulo 22 - José María Manzanares: Confesiones

Piel de Toro, Capítulo 21 - Diego "El Cigala" canta a Morante da La Puebla

terça-feira, 29 de julho de 2008

João Telles regressa às arenas a 3 de Agosto

Após a aparatosa colhida sofrida na primeira corrida da Feira de São João 2008, na Monumental "Ilha Terceira", o cavaleiro João Ribeiro Telles (filho) encontra-se practicamente recuperado, estando marcado o seu regresso às arenas no próximo dia 3 de Agosto no Coliseu Figueirense por ocasião da III Corrida RDP que será transmitida em directo pela RTP. A seu lado estarão os cavaleiros João Moura Jr. e Manuel Lupi, para a lide de toiros de Francisco Romão Tenório. As pegas estarão a cargo dos grupos de Forcados Amadores de Lisboa, Aposento da Moita e Aposento da Chamusca.

Bruno Bettencourt

Morreu um ícone da Tourada à Corda - o 64 de Humberto Filipe

No passado dia 27 de Julho, nas pastagens da ganadaria de Humberto Filipe, morreu o toiro nº64. Nascido em 1999 e filho do toiro nº3 da mesma ganadaria, o 64, como era conhecido, era um verdadeiro ícone dos arraiais terceirenses. Muitos foram os momentos espectaculares proporcionados pelo mesmo, fruto da sua peculiar forma de investir em todas as tapadas ou muros altos, o que está bem patente na bonita foto aqui apresentada. Tal facto valeu-lhe a atribuição de vários epítetos: "Toiro das Mulheres", "Monstro das Tapadas", "Toiro das Tapadas". Ficam assim o Mato e a Festa mais pobres.

Bruno Bettencourt

sexta-feira, 25 de julho de 2008

Forcados da Tertúlia no Campo Pequeno

Depois da positiva participação na "IX Grande Corrida TVI" no ano passado, o Grupo de Forcados Amadores da Tertúlia Tauromáquica Terceirense volta ao Campo Pequeno, neste ano de celebração do seu 35º Aniversário. A corrida acontecerá no dia 7 de Agosto e será de homenagem a António Ribeiro Telles que celebra as Bodas de Prata da Alternativa de Cavaleiro. Esta corrida será igualmente dedicada aos emigrantes.
Do cartel constarão ainda Rui Salvador e António Maria Brito Paes, que confirmará a Alternativa. A competir com o grupo terceirense, estarão os Amadores de Vila Franca de Xira. O curro será composto por 6 exemplares da ganadaria de Herdeiros de Cunhal Patrício.

quinta-feira, 24 de julho de 2008

Tourada em São Miguel

Nem de propósito e no seguimento da notícia anterior, aqui fica uma reportagem da última Tourada à Corda realizada na ilha de São Miguel. Tudo normal, não fossem os comentários, no mínimo desprovidos de qualquer sentido jornalístico! Incompreensível, de tudo se serve a mesquinhez de alguns!

terça-feira, 22 de julho de 2008

Touradas à Corda em S. Miguel

A aficion começa a despontar na ilha de São Miguel. A ilha do Arcanjo prepara-se para receber mais 3 Touradas à Corda. No dia 2 de Agosto a freguesia das Capelas será palco para 4 toiros da ganadaria terceirense de Humberto Filipe. Vila Franca do Campo receberá a outra corrida marcada para o mesmo mês. Já em Setembro será a vez da Vila do Nordeste assistir a uma corrida de toiros. Após os referidos espectáculos, a maior ilha do arquipélago contabilizará um total de 5 Touradas à Corda no ano de 2008.

sexta-feira, 18 de julho de 2008

Corrida Mista - Festas da Praia 2008

Ontem, dia 17, foi apresentado oficialmente o cartel da Corrida de Toiros que integrará as Festas da Praia 2008. A realizar no dia 4 de Agosto, esta organização conjunta da Cooperativa Praia Cultural, Tertúlia Tauromáquica Praiense e Tertúlia Tauromáquica Terceirense, contará com as presenças dos já aqui anunciados cavaleiros Rui Fernandes e Tiago Pamplona e ainda o praticante Rui Lopes. A lide apeada estará a cargo do matador Sánchez Vara. Serão lidados toiros de Rego Botelho, Casa Agrícola José Albino Fernandes e Irmãos Toste. As pegas serão divididas entre os Forcados Amadores da Tertúlia Tauromáquica Terceirense, capitaneados por Adalberto Belerique e os Amadores do Ramo Grande capitaneados por Filipe Pires.

Festas do Porto Judeu 2008 - Tauromaquia

É com o tema "Festa Brava" que estarão na rua as Festas do Porto Judeu 2008, as festas decorrem de 19 a 27 de Julho e irão trazer a todos os que visitarem a nossa freguesia um vasto programa e recheado de muita aficion, musica, desporto, tasquinhas e diversão

CORTEJOS E DESFILES

O cortejo de Abertura que apresenta a Rainha das Festas e o restante séquito real é da autoria de José João Dutra e mostra vários aspectos da festa dos toiros tão presente no sangue dos terceirenses, os quadros representados nos carros que compõem o cortejo mostram a graça e valentia do forcado, a elegância do toureio equestre e a bravura do toiro da ilha Terceira.
O desfilar dos carros será complementado com a presença de elementos do grupo de forcados juvenis da Tertúlia Tauromáquica Terceirense e coreografias da responsabilidade da "trakinices".

TAUROMAQUIA
Além do 1º Festival Taurino do Porto Judeu, aqui já anunciado, vão ser realizadas cinco touradas à corda e uma vacada.

Aqui ficam algumas fotos dos preparativos:



terça-feira, 15 de julho de 2008

Santo António das Areias - Corrida de Toiros de Beneficência

A Casa do Povo de Santo António de Areias enviou o seguinte comunicado: "A Casa do Povo de Santo António das Areias vai organizar uma Corrida de Toiros de Beneficência, no proximo dia 01 de Agosto, Sexta-feira.O evento, que terá lugar na Praça de Touros em Santo António das Areias, pelas 21.30 horas, contará com a presença dos cavaleiros Joaquim Bastinhas, Duarte Pinto e Marcos Tenório. Serão lidados 6 Toiros da famosa ganadaria Sommer D` Andrade, com dois grupos de forcados Amadores, Portalegre e Tomar. Abrilhanta a Corrida uma excelente Banda de Musica .Os bilhetes já estão à venda na secretaria da Casa do Povo de Santo António das Areias que pode ser contactada através do telefone 245 992 157. "

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More